Aquecimento no mercado imobiliário deve se manter para 2022


A pandemia provocou uma desacelaração econômica, mas o setor imobiliário ainda assim possui um dos melhores índices dos últimos dez anos. Segundo o Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário, o índice de Vendas de Usado Sobre Oferta (VSO) registrou a maior média para os primeiros oito meses do ano desde 2013, época em que o brasil viveu o boom imobiliário, criando facilidades de financiamento. Entre janeiro a agosto de 2021, a média esteve em 5,8%, enquanto em 2013, no mesmo período, o número era de 5,6%.

Todo mercado apresenta oscilações, se levarmos muito em consideração a taxa de 8% ainda está dentro de uma normalidade.


Em 2020 os brasileiros tiveram acesso as baixas taxas de juros de financiamento imobiliário, porém agora esses valores foram reajustados devido às frequentes altas da taxa Selic. O banco que mais financia imóveis, a Caixa Econômica Federal aumentou para 8% os juros do financiamento como Taxa Referencial. Até março de 2021 a taxa básica do banco era de 2% ao ano.

Porém essa elevação não deve desacelerar o mercado imobiliário. Mesmo com os juros mais altos esse mercado continua sólido, a segurança do investimento em imóveis é um fator que atrai muitas pessoas a comprar. O Seu retorno é a longo prazo mas é certeiro.

Dessa forma podemos prever um 2022 muito positivo em relação aos investimentos no mercado imobiliário.

Post criado 4

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo